quarta-feira, julho 19, 2006

fora de campo: futebol e cinema (ainda a tempo de escrever um post sobre o mundial?)

tal como nos filmes de antonioni e de hitchcock, tudo o que de mais importante se passou na final do mundial de futebol de 2006, estava fora de campo: zizou. quase que o conseguia ver no balneário, a descalçar as botas, a chorar de raiva e a amaldiçoar materazzi, enquanto na relva os seus colegas se degladiavam contra os italianos. era possível ler-lhes no rosto o desespero que a sua explusão provocou. a estrela (de)cadente sucumbiu a um momento de fraqueza, manchando um curriculum impecável. há momentos em que reagimos a quente, correndo o risco de nos arrependermos amargamente. no entanto, para mim, o verdadeiro vilão desta fita será sempre materazzi.

2 Comments:

At 2:46 da manhã, Blogger Cão Bravo said...

mas com certeza, cara, o grande vilão é o Materazzi. Zidane é o tolo que, apesar da sabedoria, não conteve os ânimos. Compreensível, ainda que não menos lastimável.

 
At 2:48 da manhã, Blogger Cão Bravo said...

http://www.critikart.blogspot.com

 

Enviar um comentário

<< Home